Flavio Moura

O que são contratos inteligentes híbridos?

Dentro de uma relação comercial existem várias regras e normas a serem seguidas, para garantir a melhor situação possível para ambos os envolvidos, assim como sua segurança e proteção. Os contratos inteligentes híbridos surgem como uma alternativa mais flexível.

Pois, mesmo que essa burocracia possua uma função específica, que é garantir a proteção dos acordos a serem feitos, toda essa longa relação acaba por estender mais do que necessário o tempo relacionado ao cumprimento e realização desses acordos comerciais.

E dentro do mundo dos negócios, o tempo pode ser quantificado como uma das principais moedas, já que existe, por exemplo, uma constante mudança no mercado de ações, reagindo diretamente ao cenário dinâmico onde decisões são tomadas rapidamente.

Principalmente quando se fala de empresas de tecnologia, que definem suas decisões comerciais com o auxílio de programas especializados, como um software de inteligência artificial, capaz de analisar um conjunto de variáveis em tempo muito mais ágil.

E quanto mais veloz se torna o processo de tomada de decisões, assim como a análise de informações coletadas por essas companhias, mais rápido se torna também o encadeamento de ações a serem tomadas diante da gestão de um negócio.

Algo que antes estava unicamente associado a empresas do amor e tecnologia, mas que hoje é uma realidade ágil que pode ser aplicada aos mais diferentes tipos de comércio, diante do avanço tecnológico presente em todas as áreas do mercado.

O que pode ser visto até mesmo ao visitar um restaurante fast-food, com a realização dos pedidos podendo ser feitos através de um aplicativo ou totem de atendimento, agilizando esse processo e dessa forma garantindo um atendimento mais rápido.

Uma realidade que se torna possível graças a utilização de um avançado software de gestão empresarial, disponível para os mais diversos tipos de negócio, possibilitando o crescimento dessas companhias, independente da área de serviço ao qual atuam.

Um avanço de meios tecnológicos que acompanham toda essa velocidade do mercado atual, chegando inclusive ao modelo com que os contratos são realizados, chegando até o que hoje pode ser chamado de um contrato inteligente híbrido.

Ao que se refere esse tipo de contrato?

Um contrato inteligente híbrido opera a partir de um foco principal no cenário digital, utilizando das ferramentas presentes nesse formato para dar proteção e veracidade aos contratos que podem ser realizados entre dois indivíduos, sejam físicos ou jurídicos.

O motivo pelo qual ele se estabelece como um contrato híbrido está no fato dele utilizar conceitos tanto do ambiente digital como daqueles determinados pelo chamado “mundo físico”, por meio de provas, dados e cálculos de fora do cenário digital.

Concepções mais práticas de serem concebidas, diante da sua proximidade com o ambiente tradicional de negócios, no qual qualquer tipo de transação deve contar com algum tipo de comprovante físico, um documento que comprove a veracidade do acordo.

Por outro lado, quando se trata de ativos digitais relacionados a esse tipo de contrato, é mais comum para o indivíduo se sentir confuso sobre como funciona esse tipo de transação. Um acordo a ser realizado por meio de ferramentas e plataformas onlines.

Acompanhando uma série de programas que hoje já estão disponíveis para o processo de gestão de empresas, agilizando suas atividades a partir de um instrumento de origem tecnológica, como pode ser visto em um sistema de gestão para franquias, por exemplo.

Ao se tratar dos quesitos digitais, é possível afirmar que um contrato inteligente híbrido funciona a partir de uma combinação de recursos disponíveis no blockchain, uma rede de informações e registros que pode ser acessada apenas por profissionais da área.

Ou seja, uma cadeia de informações descentralizadas que busca a partir desse distanciamento de dados garantir uma maior proteção e segurança ao tipo de informação e conteúdo que costuma ser negociado no mercado digital.

Funcionando de forma mais aplicada e eficaz, ao invés de reunir um conjunto de informações essenciais para o futuro de alguma transação comercial em um único ponto físico, ficando desprotegido contra qualquer acidente físico que possa ocorrer nesses locais.

Uma grande preocupação de quem realiza algum tipo de contrato de negócio, afinal, ninguém gostaria de ver as atividades da sua empresa de automação comercial sofrer algum tipo de impacto, devido a um erro no arquivamento de um documento.

A praticidade desse modelo de contrato digital

De uma forma simples e resumida, é possível explicar esse tipo de contrato como uma espécie de livro-razão digital, no qual são armazenadas todas as informações referentes à negociação realizada, por meio de um documento compartilhável, porém imutável.

O que facilita o acesso mútuo a tal documento, sem que isso prejudique a segurança do contrato em questão. Facilitando dessa forma o registro de todas as transações realizadas entre diferentes empresas.

Da mesma forma torna-se possível rastrear todos os tipos de ativos que podem estar relacionados a algum tipo de rede empresarial, por meio de conceitos associados ao contrato em si, tais como:

  • Hospedagem;
  • Execução;
  • Fiscalização;
  • Custódia.

Questões a serem observadas por um escritório voltado aos serviços de administração contratual, que deve oferecer as melhores opções para os seus clientes no que se trata da realização de algum tipo de contrato, informando sobre os benefícios do modelo digital.

As vantagens de um contrato inteligente híbrido

A expansão desse tipo de modelo de contrato se dá não apenas devido ao favoritismo que o público vem dando aos serviços digitais, mas também por causa de uma série de benefícios comerciais que costumam estar associados à concretização de um negócio.

Entre as vantagens de um contato inteligente é possível destacar quatro em específico, a começar pela:

Dispensa de um sistema tribunal externo

Ao sistematizar todo o processo legal necessário para a realização de um contrato, a plataforma de blockchain apresenta certas facilidades ao que envolve  a execução formal de algum tipo de transação comercial.

Sem ser necessário a atuação de um sistema de judicatura, ou seja, um ofício que depende da presença e supervisão de um juiz legal, como na alteração contratual razão social, que exige uma alteração formal diante da junta comercial da sua cidade ou estado.

Serviço mais barato

Por se tratar de uma formalização completamente digital, a realização desse tipo de contrato costuma ter um custo muito menor em comparação ao seu modelo tradicional, que está associada a uma série de taxas e cargos a serem pagos para garantir sua execução.

Lembrando que esse valor mais atrativo não significa que esse trata-se de um serviço jurídico de qualidade duvidosa, pelo contrário, o menor custo se dá pela baixa utilização de elementos físicos, o que acarreta diretamente em um custo menor para os clientes.

Abertura ao mercado internacional

O mercado globalizado é uma realidade cada vez mais presente, tornando possível que uma companhia brasileira faça negócios com os mais diferentes mercados dispostos no mundo, comprando e vendendo produtos para esses pontos distantes do mapa.

Um contrato inteligente híbrido agiliza esse tipo de negociação, por não ter que seguir os regimentos estabelecidos pelos diferentes regulamentos adotados por cada país.

Usando a internet como uma plataforma igualitária, facilitando a expansão de uma empresa terceirização de TI que busca levar os seus serviços para outros países além do seu ponto de origem.

Serviço mais rápido

Por último, como uma consequência direta de muitos dos pontos previamente levantados, é possível citar a velocidade na produção desse tipo de contrato, se comprarmos serviços realizados pelos cartórios e entidades legais do meio tradicional.

Principalmente por tais serviços estarem menos vulneráveis aos entraves da legislação, isso quer dizer, dos possíveis atrasos legais que podem ser encontrados enquanto se tenta registrar de maneira legal a realização de algum tipo de negociação.

E um tempo perdido nesse sentido pode significar um atraso em todo o processo comercial a ser acertado entre duas entidades empresariais, que dependem de um documento formal para realizarem com segurança os serviços aos quais foram contratadas a fazer.

Como uma empresa que pretende se especializar em uma nova área, e para isso necessita de um certo auxílio financeiro, buscando contratar factoring, para assim adiantar o valor de créditos dos seus clientes e dessa forma dar início às atividades necessárias.

Um processo muito mais ágil, acompanhando o próprio dinamismo do mercado atual, que exige ações muito mais rápidas por parte dos empreendedores ao que cerca as decisões que devem ser tomadas juntos à administração de uma empresa.

De uma forma geral, é possível afirmar que a realização de um contrato inteligente híbrido é uma forma de garantir não que apenas que suas transações comerciais sejam devidamente registradas, mas que isso seja feito de uma maneira muito mais rápida e eficaz.